caveiras contadoras

domingo, 15 de janeiro de 2017

Possessão Demoníaca Pelo "WhatsApp"?

Adolescentes Ficam "Possuídas" Após Receberem uma Suposta Mensagem Satânica em Tacna, no Peru



Aparentemente, a região de Tacna no Peru está em evidência na mídia internacional nesse mês de janeiro. Caso não se lembrem, recentemente tivemos aquele caso da estranha "mão de três dedos" e dos "seres alienígenas" supostamente encontrados no Peru, no qual surgiram questionamentos se poderiam ser realmente uma evidência de gigantes, extraterrestres ou então meramente uma grande farsa (leia mais ao clicar aqui). Naquela ocasião, mostramos para você como tudo aquilo tinha começado a ser divulgado, quem era cada um dos envolvidos na história, assim como as "análises" que tinham sido feitas. Tudo indicava, no entanto, se tratar de uma fraude, muito embora o caso ainda esteja em aberto e seja passível de sofrer atualizações no decorrer do tempo. Aliás, teria sido em algum lugar no deserto de Tacna, uma localidade no extremo Sul do Peru, quase na divisa com o Chile, que tais "restos mumificados" teriam sido encontrados. Porém, pelo visto a região não exporta apenas casos de cunho "ufológico", mas também "paranormais". O motivo? Bem, recentemente parte da mídia peruana passou a divulgar um estranho caso possivelmente envolvendo "possessão demoníaca". Não é a primeira vez que noticiamos casos assim, embora praticamente em todos eles podemos demonstrar para vocês, que não passa de "histeria coletiva". Casos assim despertaram a curiosidade das pessoas, e traz à tona a preocupação de padres, pastores e reverendos das mais diversas denominações religiosas, que tentam culpar a tecnologia pelo distanciamento das pessoas em relação à religião.


Se você é praticante regular de alguma denominação religiosa, principalmente católica, evangélica ou protestante, provavelmente já deve ter ouvido que o mal é sorrateiro, que seduz as pessoas em lugares ou ocasiões em que elas menos esperam. Com o avanço inexorável da tecnologia, esse trabalho em convencer as pessoas ou manter vivo esse pensamento se torna ainda mais árduo, visto que além da internet, muitos aplicativos de celular são interpretados como se fossem verdadeiros portais para o inferno (quem não lembra da polêmica envolvendo o jogo "Pokemon GO"?). É claro que existe todo um exagero em tratar a questão, até mesmo porque hoje em dia todos possuem um acesso muito maior a informação e passam a questionar essa inflexibilidade das denominações religiosas. Esse "livre arbítrio de caráter informativo" nos permite ganhar um senso crítico bem mais elevado sem que deixemos de lado nossas crenças, e acima de tudo a nossa própria fé.


Entretanto, ocasionalmente surgem casos um tanto quanto inusitados na mídia, e que muitas vezes servem como um gatilho há muito tempo aguardado por aqueles que pregam que as redes sociais, aplicativos e a própria internet sejam a uma espécie de "casa do diabo". Esse é o caso, por exemplo, da notícia que mencionamos no primeiro parágrafo, e que foi divulgada ontem (13) pelo site do Diario Correo, um jornal do Peru, no qual envolvia um suposto caso de possessão demoníaca de duas adolescentes, que teriam recebido uma mensagem "satânica" no celular. Então, pouco tempo depois, elas passaram a apresentar um comportamento agressivo, a falar coisas sem sentido, e teriam ficado semiconscientes. Uma unidade do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi chamada, a polícia também compareceu ao local, e as duas adolescentes acabaram sendo levadas a um hospital. Contudo, será que realmente aconteceu uma "possessão demoníaca"? A culpa foi realmente do aplicativo WhatsApp? Vamos saber mais sobre esse assunto?


Entendendo o Caso: A Divulgação de uma "Possessão Demoníaca" pelo "WhatsApp"


Em uma notícia intitulada "WhatsApp: Extraño mensaje satánico enloquece a dos mujeres en Tacna" ("WhatsApp: Estranha mensagem satânica enlouquece duas mulheres em Tacna"), o site do Diario Correo contou a história sobre uma mãe desesperada, que na madrugada do dia anterior (12) pediu ajuda aos vizinhos e aos guardas noturnos do município provincial de Tacna para controlar e levar suas duas filhas, menores de idade, ao hospital Hipólito Unanue. As meninas passaram a apresentar um comportamento alterado, após visualizarem uma determinada mensagem do "WhatsApp" pelo celular, dizendo que teriam visto uma "figura satânica". O detalhe estranho é que não divulgaram qual teria sido essa mensagem.

 Vale ressaltar nesse ponto que Tacna fica a apenas 35km da fronteira com o Chile, porém a mais de 1.200 quilômetros da capital do país, Lima. O município de Tacna também é a capital do departamento, e da província de mesmo nome. Segundo o último censo realizado em 2015, Tacna possui cerca de 293.116 habitantes, ou seja, uma cidade de médio porte e com um clima bem seco.



O município de Tacna também é a capital do departamento, e da província de mesmo nome. Segundo o último censo realizado em 2015, Tacna possui cerca de 293.116 habitantes, ou seja, uma cidade de médio porte e com um clima bem seco

Voltando ao nosso assunto principal, esse incidente teria sido reportado para a central de polícia por volta de 1h40 da manhã, e imediatamente os oficiais foram deslocados até uma casa na rua José Olaya, em uma espécie de bairro chamado Francisco Bolognesi. Segundo as primeiras informações e depoimentos coletados no local, uma mulher chamada Gladys P., mãe das adolescentes de 13 e 16 anos, que não tiveram seus nomes divulgados pelo Diario Correo, disse que suas filhas estavam fazendo um escândalo e falando de forma incoerente, logo após usarem um telefone celular.

Esse incidente teria sido reportado para a central de polícia por volta das 1h40 da manhã, e imediatamente os oficiais foram deslocados até uma casa na rua José Olaya (na foto), no bairro Francisco Bolognesi.

 Os oficiais teriam confirmado que as duas adolescentes apresentavam um certo "transtorno mental", e solicitaram a presença de paramédicos e uma ambulância do SAMU, enquanto a mãe, naturalmente desesperada - assim como acontece em praticamente todos os casos envolvendo a América Latina - começou a rezar.

 O incidente, é claro, não passou desapercebido pelos vizinhos, visto que Gladys P. tinha buscado ajuda na vizinhança. Alguns vizinhos foram até sua casa para apoiá-la com a ajuda de orações. Confira abaixo um vídeo que foi publicado pelo usuário Edwin Mamani, em seu canal no YouTube, no dia 13 de janeiro, referente ao suposto atendimento desses paramédicos (em espanhol):



"A mãe disse que por volta da meia-noite, suas filhas estava mexendo no WhatsApp e receberam uma corrente com uma imagem satânica. Em seguida, elas teriam se 'transformado' e apresentaram atos de violência e convulsões. Quando os paramédicos do SAMU chegaram, as duas foram sedadas e depois transferidas para o Hospital de Emergência Unanue", disse um dos oficiais, cujo nome também não foi divulgado.

As adolescentes foram encaminhadas para o Hospital Hipólito Unanue de Tacna

 O hospital também teria sido consultado para saber o que havia acontecido com as adolescentes. Como resposta, o hospital teria mencionado apenas que as meninas tinham sofrido um "ataque de histeria", ou seja, não acreditavam que fosse um "ato diabólico".


Uma Outra Versão Para o Caso: Um "Tabuleiro Ouija" Virtual?

 Uma outra notícia sobre esse assunto, porém no site do jornal "La Republica", considerado um dos maiores veículos de imprensa do Peru, que foi publicada um dia antes, ou seja, na tarde do dia 12 de janeiro, apresentava uma outra "possibilidade" para o estranho caso. A notícia confirmava que as duas adolescentes de 13 e 16 anos, tinham sido encaminhadas para o Hospital Hipólito Unanue de Tacna, em meio a uma "crise psicótica". A mãe das meninas, no entanto, alegava se tratar de "possessão demoníaca".


A notícia publicada no site do jornal "La Republica" confirmava que duas adolescentes de 13 e 16 anos, tinham sido encaminhadas para o Hospital Hipólito Unanue de Tacna, em meio a uma "crise psicótica"


 A notícia também dizia que as adolescentes Grey Ch. P. (13 anos) e Aley Q. P. (16 anos) teriam causado prejuízos no interior da casa onde moram, e que os oficiais encontram as menores semiconscientes e soluçando, enquanto sua mãe rezava próximo a elas. Os paramédicos também teriam escutado que ambas as adolescentes teriam recebido uma espécie de "corrent"e na conta delas do WhatsApp, uma espécie de "Ouija" virtual, e que isso teria gerado a "crise psicótica".


Teria sido por essa mesma razão, que a mãe não teria hesitado em pedir a ajuda de vizinhos para formar uma "corrente de oração" e expulsar as supostas entidades malignas. Na página da rádio Exitosa 98.1 FM, da cidade de Tacna, no Facebook, é possível encontrar um outro vídeo que foi divulgado supostamente sobre esse mesmo caso. Porém, não é possível ver praticamente nenhuma imagem, é possível escutar apenas o áudio contendo orações.




De qualquer forma, é difícil dizer se nesse caso apenas uma mensagem teria força suficiente para causar uma espécie de "histeria coletiva" e ainda mais uma "possessão demoníaca". Conforme dissemos anteriormente, tal mensagem acabou não sendo divulgada (pelo menos não até o momento do fechamento dessa postagem) por nenhum veículo de comunicação peruano, e nem mesmo através das redes sociais que consultamos.

 Um Caso Envolvendo uma Suposta "Possessão Demoníaca" por "Aplicativo de Celular" Teria Acontecido em Chosica, no Peru, em 2015! 

 Não sei se vocês se lembram, mas em 6 de outubro de 2015, eu publiquei uma história sobre uma adolescente que teria passado a agir de forma estranha após utilizar um aplicativo de celular para evocar espíritos, que simulava uma tábua Ouija. A menina chegou a dar entrada em um posto de saúde local, no distrito de Lurigancho-Chosica, em algum ponto de uma região chamada Ñaña, que fica a cerca de 30km a leste da capital do país, Lima.


Após uma série de crises convulsivas a menina chegou a ser internada no hopital local, no distrito de Lurigancho-Chosica, em algum ponto de uma região chamada Ñaña, que fica a cerca de 30km a leste da capital do país, Lima

A adolescente, cujo nome seria Patricia Quispe Condori, passou a ter um comportamento estranho após uma série de crises convulsivas. A personalidade dela teria mudado, sua voz estava completamente diferente, ela não tinha controle sobre seu corpo, e evocava o diabo. A idade da adolescente era um ponto bem divergente, visto que alguns sites diziam que ela tinha 18 anos, mas outros alegavam que ela seria menor de idade, com cerca de 15 anos. Segundo testemunhas, ela teria apresentado uma "possessão satânica" aparentemente após utilizar o tabuleiro Ouija em encontro com amigos.

 Confira abaixo um vídeo relacionado ao atendimento dessa adolescente, que foi publicado em um canal de terceiros no YouTube, assim como o original no site "América Notícias", clicando aqui (ambos em espanhol):


Na gravação realizada é possível ouvir a jovem dizer diversas vezes: "Deixe-me ir, Deixe-me ir". Estranhamente, no começo do vídeo, também é possível ouvir a jovem gritar: "Vou matar a todos, a todos". Não sei se entendi corretamente, afinal a pessoa está tendo uma crise convulsiva, mas é o que aparentemente ela diz.


"Ouvimos barulhos estranhos e quando fomos até a casa da menina, ela estava deitada no chão. Ao seu redor estavam seu celular e uma Ouija", disseram os vizinhos de acordo com o site de notícias Trome. Apesar da declaração aparentemente separar um eventual aplicativo, de uma tábua Ouija física, acreditava-se que os vizinhos tivessem visto a imagem de uma tábua Ouija no celular da menina. No entanto, durante a madrugada, Patricia começou a espumar pela boca, e sua família sem saber muito o que fazer ligou para a polícia. Em seguida a menina foi conduzida para o setor de emergências de um posto de saúde local.


Em um outro vídeo divulgado, desse vez pela ATV Notícias é possível ouvir a jovem dizendo repetidamente o número "6", pedindo para soltá-la, e em determinado momento a jovem pede o seu celular. Após alguns minutos, com uma voz aparentemente normal, ela pede para sua mãe levá-la para casa. Confira esse vídeo logo abaixo, que foi publicado naquela época, no canal da própria ATV, no YouTube (em espanhol): Enfim, de qualquer forma, segundo as informações que coletamos naquela época, diversos vizinhos disseram que a adolescente teria usado um "aplicativo em seu celular" para se comunicar com os espíritos, uma espécie de "tábua Ouija" virtual (sim, existem aplicativos nesse sentido). Com muita dificuldade os médicos tentaram controlar a menina, mas precisaram de mais de meia hora para finalmente conseguirem acalmá-la.


Uma "Possessão Demoníaca" Ocorreria pelo "WhatsApp" ou Por Qualquer Outro Aplicativo de Celular?


Sem dúvida alguma essa é uma pergunta bem peculiar para se responder, sendo necessário entender um pouco mais sobre esses casos de supostas "possessões demoníacas" que ocorrem na América Latina, e mais especificamente no Peru. É importante ressaltar, por exemplo, que o caso dessas duas adolescentes de Tacna, conforme vocês puderam conferir no início dessa postagem, não foi o primeiro e nem será o último caso que é noticiado dessa forma no Peru. Além disso, vocês se lembram daquele caso que publiquei sobre dezenas de alunos, que teriam sido "possuídos pelo demônio" após usarem uma tábua Ouija em uma escola de Tarapoto, também no Peru?


Aquele caso foi muito interessante, porque fomos o único site em que vocês, além de ficarem sabendo que tudo indicava um caso de histeria coletiva, também foram informados sobre a mais provável causa de todo aquele incidente. Naquele caso tivemos o envolvimento de um padre católico, de um pastor evangélico (ao menos ele se identificou assim), e de pelo menos dois supostos parapsicólogos fazendo todo tipo de ritual possível, supostamente em nome de uma limpeza energética ou espiritual, na frente e dentro da escola. A situação chegou ao ponto da surrealidade e da ignorância, não do ponto de vista espiritual, mas porque foi ignorado qualquer tipo de alerta anterior de engenheiros, que apontavam para um possível vazamento de metano dentro da escola, e ainda assim foram praticados rituais com velas acesas.

O Diario Voces publicou uma notícia no dia 2 de maio do ano passado, confirmando que a causa dos desmaios envolvendo estudantes do I.E Elsa Perea Flores, em Tarapoto, no Peru, era mesmo histeria coletiva

 Algo que ninguém informou era que os alunos estavam vindo de uma situação de estresse absurdo onde eram mantidos "provisoriamente", por mais de 1 ano e meio, dentro de "salas de aula pré-fabricadas", que mais se pareciam com contêineres, sendo popularmente conhecidas como "escolas de lata". Como se não bastasse, o ano letivo estava bem atrasado em relação as outras escolas do país. Isso porque a escola original, que estava caindo aos pedaços, também havia sofrido uma grande reforma, cujas obras sofreram diversos atrasos, e ainda por cima acabou sendo inaugurada com dezenas de problemas.

 Resumindo, se as coisas já não estavam boas, se tornaram ainda piores. Some isso ao calor e ao estresse, principalmente entre meninas, pois geralmente são mais as cobradas e vigiadas pelos pais e pelas próprias escolas, e tudo aquilo era uma verdadeira bomba-relógio prestes a estourar. Sinceramente, era de se estranhar que aquilo não tivesse acontecido antes (leia mais: Dezenas de Alunos Foram "Possuídos pelo Demônio" Após Usarem uma Tábua Ouija em uma Escola de Tarapoto, no Peru?).

O Instutito Educacional Elsa Perea Flores, em Tarapoto, no Peru

 Entretanto, uma mensagem através do "WhatsApp" ou a utilização de qualquer outro aplicativo, ainda que relacionado a tábua Ouija, poderia causar uma "possessão demoníaca"? Sinceramente, acredito fielmente que não. Contudo, isso poderia gerar uma situação estresse muito grande, uma espécie de gatilho para que acontecesse uma histeria coletiva. É igualmente importante mencionar, que existem diversas lacunas não preenchidas em toda essa história. Não sabemos como é a situação familiar das duas adolescentes, a forma como são tratadas, as amizades, o desempenho escolar, seus medos e receios em relação a estabilidade financeira e emocional dos pais entre outros detalhes envolvendo, por exemplo, o histórico médico das meninas, uma vez que ela podem ter algum distúrbio de ordem psicológica ou então poderiam estar sofrendo alguma espécie de pressão ou até mesmo abuso.

 Todos esses componentes são muito importantes para que possamos formar um cenário e começar a estabelecer a origem do que foi apresentado pela mídia. Infelizmente, esses componentes raramente são mencionados pela imprensa da América Latina ou da América Central, que geralmente não tem interesse algum em destacar esse lado ou são amordaçados por interesses políticos em não divulgar a situação pela qual uma localidade está passando. Assim sendo, uma mensagem ameaçadora, uma imagem atrelada a uma mensagem de terror ou até mesmo brincar com aplicativos que simulem uma tábua Ouija, poderiam ser uma meramente uma espécie de "estopim" para desencadear reações inesperadas e comuns em casos de histerias coletivas, ou seja, febre, náuseas, desmaios, convulsões, ataques de pânico e agressividade. Isso não quer dizer, em hipótese alguma, que seja "possessão demoníaca".


Assim sendo, uma mensagem ameaçadora, uma imagem atrelada a uma mensagem de terror ou até mesmo brincar com aplicativos que simulem uma tábua Ouija, poderiam ser uma meramente uma espécie de "estopim" para desencadear reações inesperadas e comuns em casos de histerias coletivas ou seja, febre, náuseas, desmaios, convulsões, ataques de pânico e agressividade

 A razão pela qual isso acontece com mais frequência em países da América Latina, Central e no México, por exemplo? Uma das explicações é a grande religiosidade em razão das condições mais precárias de vida. Quando um "surto piscótico" ou uma "histeria coletiva" ocorre, os moradores quase sempre recorrem ao lado espiritual para resolverem o problema, visto que, na maioria das vezes, o sistema de saúde é precário, possui um péssimo atendimento ou então recursos escassos para atender a população. Além disso, se fôssemos estimar o custo de um "atendimento médico particular" em razão de um "atendimento espiritual", esse último possui uma acessibilidade e um valor bem mais baixo. Esse atendimento "alternativo" também responde aos anseios e as crenças de povos, que se debruçam sobre as religiões como se elas fossem a única esperança que eles têm na vida, principalmente em localidades mais humildes. Isso não quer dizer que não aconteça com pessoas ou localidades mais favorecidas, mas a quantidade de ocorrências geralmente é menor ou então os casos não são noticiados como deveriam.

 Ainda falando sobre essa história de "mensagem satânica", lembro inclusive, que no ano passado foi noticiada uma espécie de campanha muito polêmica e de certa forma bem invasiva e questionável, que teria acontecido na cidade paulista de Mariporã (assim como em cidades vizinhas), onde centenas de moradores passaram a receber mensagens ameaçadoras, imagens aterrorizadoras e inclusive mensagens de áudio através do "WhatsApp". A razão para isso era promover uma espécie de evento de terror que aconteceria no último trimestre daquele ano na cidade de Mariporã. Segundo a organização, era esperado um público de 100 mil pessoas nos 10 dias de duração do evento.


Aparentemente, além de ser adiado, o evento acabou sendo cancelado por "razões de segurança"

 Os personagens, cenários e adereços seriam inspirados em elementos de filmes de terror e outros elaborados especialmente para a ocasião. A decoração contaria com símbolos satânicos e "simulações de rituais de magia negra", porém isso também acabou gerando uma forte objeção de igrejas locais. Aparentemente, além de ser adiado, o evento acabou sendo cancelado por "razões de segurança".

 De qualquer forma, não acredito que esse mais recente caso envolvendo "possessão demoníaca" versus "aplicativos de celular" tenha acontecido exatamente da forma como foi noticiado. Até mesmo porque diante de 1 bilhão de usuários, sejam eles crianças, adolescentes, adultos ou idosos usando o WhatsApp, teríamos muito mais casos relatados, não acham? Enfim, caso sejam divulgadas maiores informações sobre esse incidente, manteremos vocês informados tão logo seja possível! E vocês, AssombradOs, acreditam que tudo isso tenha sido apenas uma espécie de "histeria coletiva", um "surto piscótico" ou vocês acreditam que através do WhatsApp e de aplicativos de celular possa ocorrer uma "possessão demoníaca"?

Criação/Tradução/Adaptação: Marco Faustino

 Fontes: assombrado.com.br

 http://diariocorreo.pe/ciudad/whatsaap-extrano-mensaje-satanico-enloquece-a-dos-mujeres-en-tacna-723898/ http://diariodemairipora.com.br/2016/07/01/outubro-promete-um-halloween-diferente-em-mairipora/cultura/ http://larepublica.pe/sociedad/839027-adolescentes-son-poseidas-por-jugar-la-ouija-en-whatsapp http://www.assombrado.com.br/2015/10/adolescente-que-usou-aplicativo-de.html http://www.diariosinfronteras.pe/2017/01/13/hermanas-habrian-sido-poseidas-con-cadena-diabolica/ http://www.pachamamaradio.org/peru/10592-tacna-extrano-mensaje-satanico-en-whatsapp-enloquece-a-dos-menores https://www.facebook.com/exitosa.tacna.52/videos/vb.298194250328096/779498712197645/?type=2&theater https://www.sympla.com.br/halloween-town-2016__76935 https://www.youtube.com/channel/UCGSY1C_gPZwb7x6CSaNu-Bw/videos https://www.youtube.com/watch?v=mJ2XZWdfSA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ULTIMAS POSTAGENS

Postagens populares

Seguidores

Total de visualizações de página

MELHORES DO YOU TUBE

Loading...

Arquivos do blog

A TERRA E A LUA AGORA

Minha lista de blogs