caveiras contadoras

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

GEORGE REEVES







George Reeves como "Clark Kent"














Ator [05 / 01 / 1914 <==> 16 / 06 / 1959] George Reeves, foi um ator norte americano, o qual é mais lembrado por seu papel de Superman na série de televisão produzida entre os anos de 1952 à 1957. Nascido com o nome "George Keefer Brewer" em Woolstock, Iowa (EUA), sendo seus pais Don e Helen Lescher Brewer. Sua data de nascimento real é 05 de janeiro, mas quando ele estava crescendo sua mãe mentiu para ele, dizendo-lhe que era 05 de abril de 1914, já que isto colocaria seu nascimento, nove meses depois de seu casamento. George não descobriu isso até que ele era um adulto. Para criar uma confusão maior ainda, sua mãe cometeu um erro em seus dados quando em seu enterro, indicando a data de nascimento como 06 de janeiro, em vez de 05 de janeiro. Seus pais se divorciaram quando ele era jovem, e ele foi adotado por seu padrasto, tendo por isso o sobrenome "Bessol". George foi criado em Pasadena, Califórnia (EUA), e estudou no Colégio Júnior Pasadena. Ele foi uUm pugilista amador e músico hábil, sendo que começou sua carreira de ator na Pasadena Playhouse, onde foi descoberto por "caçadores de talento" de Hollywood. Seu primeiro filme foi "Ride, Cowboy Ride," (1939), embora seja no papel de Stuart Tarleton, um dos pretendentes de "Scarlet O'Hara" em "E o Vento Levou" (1939), que ele é mais lembrado em seu início de carreira no cinema. George Reeves teve uma sequência de trabalhos "estáveis" no período de 1939 à 1943, aparecendo em mais de 40 filmes. No final de 1943, durante a Segunda Guerra Mundial, Reeves entrou para a Força Aérea Norte Americana, aparecnedo em diversos filmes de treinamentos de guerra, chegando ao posto de sargento. Ele também fez uma aparição na tela durante a guerra, no papel do tenente Thompson no filme patrocinada pelos EUA Exército "Vitória Alada" (1944). No fim da guerra, ele deixou o exército e retornou para Hollywood, onde continuou fazendo filmes e, em 1951, estrelou no papel-título do filme "Super-Homem e os Homens Toupeira" (1951). Devido ao sucesso de seu papel nesse filme lhe foi oferecido o papel-título na série de televisão "As Aventuras do Superman" (1952-1957), a qual foi transmitida no Brasil nas décadas de 1960 e 1970, ficando bastante conhecida pelo publico brasileiro. Inicialmente, ele foi relutante em assumir o papel de Superman, acreditando que teria mais sucesso como ator, atuando em filmes para o cinema. Só que Reeves ficou surpreso quando o papel se tornou um hit nacional, fazendo sucesso em todo o país. Após o fim da série, Reeves conseguiu alguns papéis em filmes para cinema e televisão, mas desde havia ficado estigmatizado como Superman, papel que representou durante muitos anos. Devido à esse fato, os convites para atuação em novos programas diminuiram. Embora Reeves estivesswe deprimido por ser estereotipado como Superman, ele levou as caraceterísticas do personagem a sério, mantendo o exemplo do "Super Homem" para as crianças, como deixando de fumar e aparecer com namoradas perto das crianças. Nas primeiras horas da manhã de 16 de junho de 1959, três dias antes de seu casamento com Lenore Lemmon, um tiro foi ouvido em sua casa localizada em "1579 - Benedict Canyon Dr. - Beverly Hills", sendo que em seguida George Reeves foi descoberto morto com um tiro na cabeça. Como resultado do inquérito e investigação policial, foi declarado que George Reeves havia se suicidado, no entanto, desde a sua morte, a informação adicional faz com que muitos acreditem que el foi assassinado. Reeves aparentemente teve um caso de longo prazo com Toni Lanier, uma ex-showgirl e esposa do executivo da MGM, EJ Mannix. Ela era conhecida por sua beleza e apetite sexual lendário, e, aparentemente, o caso teve a aprovação de seu marido, EJ Mannix, que tinha uma amante. Cinco meses antes, como Reeves estava para se casar com Lenore Lemmon, ele rompeu o romance com Toni, que a deixou de coração partido. Toni permaneceria dedicada à memória de Reeves para o resto de sua vida. Sua vida é discutida em detalhes em dois livros, "Superman: Serial to Cereal" (1976) por Gary Grossman, e "Hollywood Kryptonite" (1996) por Sam Kashner e Schoenberger Nancy. Será que George Reeves realmente tirou sua própria vida com um único tiro na cabeça ou foi sua morte realizada com um plano sinistro? Na noite em que morreu, ele teria bebido muito e discutiu abertamente com Leonore Lemmon, como testemunhado por seus amigos Bliss William, o escritor Robert Condon e Carol Van Ronkel. Reeves teria subido zangado para seu quarto, sendo que em seguida Lemmon e os convidados disseram ter ouvido um único tiro vindo de seu quarto. Embora considerado um suicídio, muitas pessoas se recusam a acreditar que ele se matou, pois pelo menos aparentemente, Reeves não era do tipo de alguém que cometeria suicídio. Esse é mais um dos inúmeros mistérios que permanecem ocultos nas sombras de Hollywood. Curiosidade: Existem relatos de que a casa onde Reeves se matou, hoje é assombrada com ruídos inexplicáveis ​​no quarto superior (local de sua morte), surgimento de cheiro de pólvora, além de pertences e objetos que são movimentados. Existem também relatos de que cachorros quando levados à casa, ficam latindo e recusando-se a entrar na sala, bem como luzes ficam piscando ou se apagando sem motivo algum. Alguns até dizem que George Reeves aparece no pé da cama dos atuais proprietários de vez em quando, vestido como Superman. Causa da Morte: George Reeves morreu em 16/06/1959 com 45 anos de idade, devido à perfuração em sua cabeça feita por arma de fogo. (Conclusão Policial: Suicídio). Sepultamento: Mountain View Cemetery and Mausoleum. Altadena - Los Angeles -California - EUA. Local: "Pasadena Mausoleum - Sunrise Corridor". Coordenadas GPS (Latitude / Longitude): [34°11'11.70"N, 118° 8'54.48"W]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ULTIMAS POSTAGENS

Postagens populares

Seguidores

Total de visualizações de página

MELHORES DO YOU TUBE

Loading...

Arquivos do blog

A TERRA E A LUA AGORA

Minha lista de blogs