caveiras contadoras

domingo, 29 de dezembro de 2013

A história do mito Barão Vermelho

ngtmfyk
Poucos aviadores foram tão destemidos como Manfred von Richthofen, o Barão Vermelho. Sua fama começou no contexto da I Guerra Mundial, como piloto de caça militar da Força Aérea Alemã. Seu codinome surgiu quando ele decidiu pintar sua aeronave de vermelho, de forma a ser facilmente identificado pelo inimigo. Uma ação muito corajosa, pois em tempos de intenso combate aéreo, ser identificado no ar era quase uma sentença de morte. Manfred é um verdadeiro herói militar e considerado um guerreiro meticuloso. Primeiro, ele procurava reconhecer a aeronave inimiga, em especial às britânicas, principal oponente alemã0 na Primeira Guerra, para então abatê-la. Sua fama de “o matador” rapidamente alastrou-se pelos campos de batalha e muitos aviadores passaram a temer um combate direto com ele. Em janeiro de 1917, foi convidado a comandar o famoso esquadrão “Flying Circus”, com caças que tinham atividade altamente móvel, neutralizando investidas inimigas, chegando a abater até 80 aviões. Manfred ficou conhecido por seu cavalheirismo e ética no combate, pois jamais perseguia seus oponentes depois de abate-los no ar, permitindo que o piloto pudesse saltar da aeronave e fugir por terra. Não a toa, até hoje o Barão Vermelho é um mito entre os militares alemães. Seu carisma e excepcional capacidade de liderança, somados à perfeita pontaria, fizeram que seus inimigos nutrissem profundo respeito por sua figura. Não a toa, sua morte, durante conflito com caças britânicos, não impediu que ele fosse enterrado com honras militares. Apesar dos britânicos terem comemorado a morte do temido rival, sepultaram-no com todo respeito um herói de guerra.




fonte: macacovelho.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ULTIMAS POSTAGENS

Postagens populares

Seguidores

Total de visualizações de página

MELHORES DO YOU TUBE

Loading...

Arquivos do blog

A TERRA E A LUA AGORA

Minha lista de blogs