caveiras contadoras

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

SP: polícia acredita que ataques são retaliação por assassinatos em maio

O policiamento na Zona Norte de São Paulo foi reforçado, durante a noite, para tentar evitar mais mortes. A polícia investiga a partir do início dos ataques, no dia 29 de maio. Foi quando uma equipe da Rota entrou em confronto com seis homens que estavam no estacionamento de um bar na Zona Leste de São Paulo. A partir desse dia começaram os ataques contra policiais. A polícia fez uma conta dos homicídios: do dia 29 até a última sexta, foram 600 assassinatos só na capital paulista. O número é 40% maior que o mesmo período do ano passado. Por isso houve um aumento depois do choque entre a Rota e os homens. Dessas medidas anunciadas, as que devem ter resultado mais rápido serão a transferência de presos que atacaram policiais militares desde maio para presídios federais após um acordo com o Governo Federal. São 129 presos, segundo conta da PM. Parte vai ser transferida para Mossoró, no Rio Grande do Norte, e Porto Velho, em Rondônia, para dificultar a comunicação com outros criminosos. A medida de contenção, com bloqueios da Receita Federal, Secretaria da Fazenda e polícia também é importante. Ela tentará bloquear a entrada de drogas, armas e criminosos no estado. Talvez a mais complicada seja o compartilhamento de perícias, já que o número de casos e de assassinatos investigados é muito grande no estado, o que atrasa muitos laudos, que chegam a demorar dois meses para ficarem prontos.

 fonte: agência de noticias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ULTIMAS POSTAGENS

Postagens populares

Seguidores

Total de visualizações de página

MELHORES DO YOU TUBE

Loading...

Arquivos do blog

A TERRA E A LUA AGORA

Minha lista de blogs