caveiras contadoras

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

     Na escola em que trabalho, à noite, eu me encaminhei para o banheiro das professoras. A alguns passos, na minha frente, no corredor, de frente para mim, em sentido contrário, estava vindo também uma professora que eu nunca havia visto antes: mulata, por volta dos quarenta anos, cabelos baixinhos, usava um colete de crochet cheio de franjas, sem mangas, estilo anos setenta, calça caqui. Ela passou na minha frente abrindo gentilmente a porta do banheiro, entrando e deixando-a aberta para eu passar. Eu disse:
     - Obrigada, professora... Ué, por que ela não acendeu a luz? Professora? Professora?
Acendi a luz, mas no banheiro com um box e dois reservados, não havia mais ninguém de carne e osso além de mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ULTIMAS POSTAGENS

Postagens populares

Seguidores

Total de visualizações de página

Arquivos do blog

A TERRA E A LUA AGORA

Minha lista de blogs